Menu
< VOLTAR AOS ESTUDOS DE CASO

White Sands Missile Range: Resultados econômicos do projeto de vigilância

A White Sands Missile Range já é e há muito tempo, uma das instalações de testes militares mais proeminentes do mundo. Como uma base de instalações de testes e um campo importante, a White Sands é um ativo do Departamento de Defesa dos EUA administrado pelo exército. Ela é também o lar de várias organizações com uma ampla variedade de missões que vão bem além de testes para desenvolvimento. Um serviço oferecido na instalação, localizada nos arredores de Las Cruces, Novo México, envolve fornecer aos clientes uma vigilância confidencial por vídeo das missões. Para agilizar os processos de vigilância e reduzir as horas de trabalho envolvidas, um time de melhoria da White Sands Missile Range conduziu um projeto Lean Six Sigma e utilizou o Minitab Statistical Software para analisar os dados do projeto.

O Desafio

Quando os clientes solicitam missões confidenciais de vigilância por vídeo, a White Sands Missile Range contrata técnicos ópticos independentes para executar a vigilância prática em vários locais de missão. Os custos de trabalho do fornecimento dessas verificações de terreno tornaram-se muito caros para os clientes e o processo, em si, era árduo. “A meta do projeto era reduzir as horas de trabalho incorridas em 30 por cento,” diz Sue Schlegel, black belt de Lean Six Sigma e mentora de melhoria de qualidade de Robert S. Carter, o líder black belt desse projeto na White Sands Missile Range. “Ao eliminar as atividades sem valor agregado do processo, sabíamos que poderíamos reduzir os custos e tornar a utilização do tempo das pessoas mais eficiente, permitindo que eles se concentrassem em outros projetos importantes.”

Uma equipe de melhoria de qualidade na White Sands Missile Range usou o Minitab para reduzir as horas/homens de trabalho envolvidas no fornecimento de vigilância confidencial por vídeo a seus clientes. Como parte do processo melhorado, o caminhấo mostrado acima está equipado com novas câmeras de vigilância que reduzem muito a mão de obra necessária para efetuar as missões de vigilância.

Como o Minitab ajudou

A equipe Lean Six Sigma da White Sands seguiu a metodologia DMAIC e organizou seu projeto em cinco fases: definição, medição, análise, melhoria e controle. Como parte das fases de definição e medição, o Minitab ajudou a equipe a analisar os dados para conhecer melhor o processo de vigilância por vídeo. Do início ao fim, o processo envolvia quinze etapas, que incluíam o tempo de viagem de ida e volta dos técnicos para o local da missão, para instalar e desmantelar o equipamento e monitorar o fluxo de vigilância por vídeo.

Os gráficos de barras do Minitab ajudaram a equipe a analisar o tempo que os técnicos gastavam em cada etapa do processo de vigilância nos locais da missão. Eles conseguiram apontar facilmente as etapas do processo em que ocorriam os principais gargalos.
Para avaliar a capacidade de seu processo atual, a equipe de melhoria de qualidade da White Sands executou uma análise de capacidade de processo com o Minitab Statistical Software. Eles conseguiram verificar que o processo não estava atendendo ao limite superior de especificação do tempo de ciclo.

Com os gráficos do Minitab, a equipe conseguiu visualizar a distribuição dos dados de tempo do ciclo do processo e identificar o tempo de ciclo médio do processo atual. Para avaliar o desempenho do processo de referência e a capacidade do projeto atual, eles executaram uma análise de capacidade do processo no Minitab. O histograma de capacidade criado verificou que o processo não estava atendendo ao limite superior de especificação do tempo de ciclo. Para uma visão mais aprofundada em cada etapa do processo, a equipe usou gráficos de barras empilhadas para analisar o tempo que os técnicos gastaram em cada etapa nos locais da missão. Isso facilitou enxergar onde ocorriam os gargalos do processo em cada local. “No início de um projeto, o Minitab nos ajudou a estratificar os dados, quantificar nossos desperdícios e apontar onde havia problemas dentro de um processo,” diz Schlegel. “Nesse caso, descobrimos que 68 por cento do tempo do ciclo total do processo era gasto na tarefa de monitoramento das transmissões de vídeo, que não tem valor agregado.”

Em posse desse conhecimento, a equipe partiu para compreender as causas e priorizar as possíveis soluções. Como as missões de vigilância exigem mão de obra para monitorar transmissões de vídeo por longos períodos, eles procuraram maneiras alternativas para monitorar as transmissões que não exigiam atenção humana. Após pesquisar e discutir várias soluções para lidar com os gargalos principais, a equipe decidiu implantar e realizar um teste piloto de câmeras de vigilância por vídeo automatizadas equipadas com um software poderoso de detecção de movimentos. As novas câmeras eram rentáveis, fáceis de instalar e manter, e reduziam drasticamente a mão de obra necessária para efetuar a fase de monitoramento das missões de vigilância por vídeo. Após o primeiro teste piloto, as melhorias no processo foram evidentes, e novos procedimentos operacionais padrão foram criados logo após como esboço do novo processo.

Résultats

A meta original do projeto era reduzir as horas de trabalho envolvidas no processo de vigilância confidencial por vídeo em 30 por cento. Após a implantação do novo sistema de vigilância, as horas foram reduzidas em 47 por cento — ultrapassando em muito a meta original do projeto. O que antes requeria quatro técnicos ópticos, pode agora ser feito por dois técnicos, liberando os técnicos restantes para trabalhar em outras missões para ajudar os clientes da White Sands Missile Range. A equipe prevê que o novo processo também economizará aos clientes US$ 1,6 milhão até 2018.

“Melhoramos o processo substituindo quase 50 por cento da mão de obra por câmeras de vigilância,” diz Schlegel. “O novo processo não só economizou dinheiro dos nossos clientes, como também redirecionou o trabalho de dois técnicos e criou um processo mais eficiente.”

Ao remover o tempo sem valor agregado do processo e reduzir o número de etapas do processo, o projeto também aumentou a eficiência do ciclo do processo de 10 a 19 por cento. A equipe verificou que o novo processo estava sob controle e a análise de capacidade pós-projeto revelou que eles atingiram suas metas de redução do tempo do ciclo do processo.

Talvez, o maior benefício desse projeto é seu valor de replicação. “Essa aplicação está sendo replicada em outros processos e programas em toda a White Sands Missile Range,” diz Schlegel, “e pode ser aplicada em agências similares dentro do exército”.

Schlegel diz que obtém a maior satisfação trabalhando com as equipes de melhoria de qualidade e ensinando a elas como os dados podem ser usados para tomar decisões. “Para nós, os projetos Lean Six Sigma são conduzidos pelos dados,” diz ela. “Trata-se de usar a análise de dados para focar no desperdício e compreender o que devemos fazer para obter o máximo retorno com o nosso investimento”.

ORGANIZAÇÃO

Exército dos EUA - White Sands Missile Range

VISÃO GERAL

  • Fornece serviços para experimentação, pesquisas, avaliações, desenvolvimento e treinamento em apoio à segurança dos EUA
  • Construída em 1945
  • Localizada nos arredores de Las Cruces, Novo México

O DESAFIO

Reduzir as horas de trabalho no fornecimento de vigilância confidencial por vídeo

PRODUTOS USADOS

Minitab® Statistical Software

RESULTADOS

  • Redução das horas de trabalho em 47%
  • Economias estimadas de US$ 1,6 milhão
  • Melhoria na eficiência geral do ciclo do processo
 
clear