Análise de dados com o Minitab e a certeza de um melhor jogo de golfe

Aprender estatística é mais fácil quando os alunos podem fazer a conexão entre suas aulas e experiências práticas. Os alunos em uma comunidade de Nova Jersey fazem isso através da combinação de uma tarde de diversão com coleta séria de dados e depois com a análise e interpretação dos resultados com o Minitab Statistical Software. 

minigolfe 

A abordagem utilizada por seus professores para fornecer experiência prática pode ser facilmente copiada em outras escolas com apenas algumas variações determinadas pelas atividades disponíveis na comunidade.

Neste caso, a Ocean City High School está a apenas alguns quarteirões do famoso calçadão à beira-mar da cidade. Em uma tarde de maio, os professores Ed Ritti, Helene Keller e Joseph Lehman levaram seus alunos de probabilidade e estatística para o campo do Congo Falls Adventure Golf.

"Sempre procuramos que os alunos reúnam seus próprios dados e que seus problemas sejam os mais reais possíveis", diz Ritti. "Para esse projeto, eles precisavam criar classificações como a Associação de Golfe dos EUA faria e classificar quais buracos eram os mais difíceis no campo de mini golfe".

Em equipes de três, os alunos fotografaram, mediram e detalharam todos os obstáculos de um buraco designado. Depois, os alunos jogaram duas rodadas completas de golfe, coletando dados de par para cara buraco, conforme jogavam.

Quando voltaram à sala de aula, eles precisavam usar os dados coletados para avaliar e classificar a dificuldade de cada buraco.

Eles começaram utilizando o Minitab para produzir estatísticas descritivas para cada buraco. A estatística forneceu alguns insights, mas também ensinou aos alunos uma lição sobre os desafios na hora de interpretar os dados. 

"Eles tiveram dificuldades para comparar buracos que tinham dados muito assimétricos com outros buracos", observa Ritti. "Eles tiveram boas discussões sobre a utilização da média ou da mediana". Depois, os alunos criaram e compararam histogramas e boxplots para todos os 18 buracos. A representação visual dos dados facilitou a discussão de quais buracos eram os mais difíceis. "Muitos dos meus alunos aprendem melhor com a visualização e conseguir criar essa representação visual é realmente importante", diz Ritti. "Isso é realmente fácil de fazer no Minitab". 

gráfico de efeitos principais

gráfico de contorno da dissolução

Após concluir sua análise, os alunos produziram um livreto laminado de 70 páginas com diagramas e classificações da dificuldade de cada buraco. Os alunos apresentaram o livreto aos executivos do Congo Falls, que o disponibilizaram para que os visitantes lessem conforme se preparavam para jogar no campo.

Usar software de estatística ajuda os alunos a aplicar os conceitos aprendidos em sala de aula e também torna a análise de dados mais acessível. "Os alunos vêm à aula pensando que vai ser muito difícil, mas eles não sabem que o Minitab é muito fácil de usar", diz Ritti. "No passado, eu lecionava essa aula usando o Excel, mas é muito mais fácil para os alunos fazerem as análises e criarem os gráficos necessários usando o Minitab". 

A experiência com o Minitab também beneficia os alunos em cursos posteriores. "Recebo e-mails e comentários de ex-alunos dizendo 'Obrigado por usar o Minitab' pois, assim que entraram na faculdade e tiveram um curso de estatística, eles estavam à frente dos outros", diz Ritti.  "É muito bom ouvir isso!"

Para obter mais ideais sobre a utilização do software Minitab para lecionar e aprender estatística, acesse http://www.minitab.com/academic/.

Ao usar esse site, você concorda com a utilização de cookies para análises e conteúdo personalizado. Leia nossa política

OK